CONTRIBUA COM NOSSAS AÇÕES... ENTIDADE PARCEIRA REDE MANDACARU BRASIL

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pequeno dicionário básico de yorubá

A

Adarrun=toque para chamar orixás de cabeça
Apanjé=toque de omulu
Aguerê=toque de oxosse e iansã
Avamona=saída de orixás
Alujá=toque de xangô
Agogô=cabaças de metal
Adjá=sineta de metal para guiar ou chamar o orixá
Abô=água de ervas sagradas
Adobalé=ato de deitar-se utilizado para estender o corpo no solo
Adochu=pessoa iniciadas  no culto
Ajapá=tartaruga
Akukó=galo
Abo=carneiro
Alabé=ogã com a função de percutir o atabaque
Alubosa=cebola
Axó-roupa
Axogum=ogan que sacrifica
Ayé=terra
Arô=cordão de reza
Aluá=bebida feita com rapadura,água e gengibre,ou milho
Aja=cachorro
Adé=coroa dos orixás
Aye=ave
Aguidavir=varetas de  galhos p/tocar
Ága=cadeira
Arún=doença
Ata=pimenta
Aláfia=tudo bem
Adiê=galinha
Aburu=irmão mais novo
Abatá=sapato qualquer tipo
Abian=pessoa que não tem obrigação ainda
Abicun=pessoa que nasce e morre inesperadamente
Adupê=bode
Akâ=faixa para cobrir os seios
Akokêm=galinha d’angola
Alfange=objeto semelhante a uma espada
Arê=ruas e encruziladas
Atim=povóra
Axexê=riual fúnebre para libertação do espírito da matéria
Axé=força vital que da origem a tudo
Azé=capuz de palha de obaluaê
Ago=licença
Aranhola=caranguejo
B


Bravum=toque de guerra e também toque de oxumaré
Balué=banho
Barravento=toque para qualquer orixá
Batá=sapato
Baba=pai

C
Cabaça=fruto do cabaceiro
Carrego=algo a ser despachado
Caxixi=adjá para exu e omolu
Camutuê=cabeça dos filhos de santo
Colofé=abenção

D

Digina=nome da pessoa no axé em nação bantu
Dagá=encarregado de exu
Doburú=pipoca
Dudú=preto
Deciça=esteira
Dupé=obrigado
Delónga=prato
Dilongar=copo

E
Edu=carvão
Efun=giz branco
Eruxi=rabo de cavalo(eruquerê)
Etu=conquen
Ewê=folha
Eran=carne
Ebi alubosa=alho
Epô=azeite;dendê=epôpupa   doce=epôjuma
Ebômi =estágio atingindo pelo yaõ depois de sete anos de obrigação
Eché=víceras de animais consagrado ao orixá
Egê=sangue de animais
Ejá=peixe
Ekú=morte
Eledê=porco
Erilé=pombo


I


Iresi=arroz
Iyô=sal
Irun=cabelo
Ijó=dança
Igbin=caramujo oferecido a oxalá e ogun
èwé=folhas
Yawó=pessoa com menos de sete anos

J
Jade=sair
=briga
Jagun=guerrear
Jeun=comida
Ji=acorda
Jiká=ombros


L

Laquidibá=colar de obaluaê
Lembadilê=santo da casa

K
Kelê=submissão ao orixá
Korin=cantar
M
Maiongáa=lugar do culto para tomar banho
Marafá=cachaça
Mariwô=folha de palmeira desfiada
Mocam=simbolo do yawo
Moila=vela

N
Nadadulé=dormir


O

Okin=mar
Otá=pedra sagrada
Obê=faca
Odé=caçador
Adu=destino
Odum=anos
Olú=senhor
Ofá=arco e flexa
Okê=montanha
Opanijé=toque de obaluê
Olubajé=festa de comida obaluae
Oruko=nome
Osé=lavar o assentamento do santo
Ogedé=banana
Ojá=pano de cabeça
Owó=dinheiro
Oyin=mel
Otin=água ardente
Omin=água
Obêxirê=navalha
Obêcuruzu=tesoura
Omode=criança
Oyé=cargo
P
Pupa=vermelho
Peji=assentamento
Padê=comida de exu
Pachorro=cajado de oxalá
Pepelé=local onde fica o assentamento
Pepeyé=pato




R
Rugeve=colar para pessoas com mais e sete anos

S
siré=brincar,roda de orixás
Sato=toque de nana e yemanjá





X

Xaôro=guizo de metal utilizado no ato da iniciação tornozeira

Ordem do siré
Exu,ogum,oxossi,obaluaê,xangô,oxumaré,iansã,oxun,yemanjá,nana,oxalá.

Saudação

Exu=laroi ê!
Ogun=ogunhê patocory gesse gesse!
Oxossi=okearô,okê ode kokê maior!
Obaluaê=atôto ajuberô!´,àse bele bele
Oxumaré=ahogbogboi!
Logun éde=orriiki ou logun!
Oxum=Oora yê yê ó minha fidelelemam!
Ewá=ri ro!
Ossanim=ewê o asá!
Nana=sáluba iki iki!
Yemanjá=odoiya!
Xangô=kaô kabesile
Oba=oba xi
Yansan=eparrêi oyá
Erê=êre mi o a macuma beji
Oxalá=epa babá para oxalufum,exê e babá saudação de oxaguian


HIERARQUIA  DENTRO DO AXÉ
  1. Iyá / Babá: significado das palavras iyá do yoruba significa mãe, babá significa pai.
  2. Iyalorixá / Babalorixá: Mãe ou Pai de Santo. É o posto mais elevado na tradição afro-brasileira.
  3. Iyaegbé / Babaegbé: É a segunda pessoa do axé. Conselheira, responsável pela manutenção da Ordem, Tradição e Hierarquia.
  4. Iyalaxé (mulher): Mãe do axé, a que distribui o axé e cuida dos objetos ritual.
  5. Iyakekerê (mulher): Mãe Pequena, segunda sacerdotisa do axé ou da comunidade. Sempre pronta a ajudar e ensinar a todos iniciados.
  6. Babakekerê (homem): Pai pequeno, segundo sacerdote do axé ou da comunidade. Sempre pronto a ajudar e ensinar a todos iniciados.
  7. Ojubonã ou Agibonã: É a mãe criadeira, supervisiona e ajuda na iniciação.
  8. Iyamorô: Responsável pelo Ipadê de Exú.
  9. Iyaefun / Babaefun: Responsável pela pintura branca das Iyawos.
  10. Iyadagan e Ossidagã: Auxiliam a Iyamorô.
  11. Iyabassê: (mulher): Responsável no preparo dos alimentos sagrados as comidas-de-santo.
  12. Iyarubá: Carrega a esteira para o iniciando.
  13. Aiyaba Ewe: Responsável em determinados atos e obrigações de "cantar folhas.
  14. Aiybá: Bate o ejé nas obrigações.
  15. Ològun: Cargo masculino. Despacha os Ebós das obrigações, preferencialmente os filhos deOgun, depois Odé e Obaluwaiyê.
  16. Oloya: Cargo feminino. Despacha os Ebós das obrigações, na falta de Ològun. São filhas deOya.
  17. Iyalabaké: Responsável pela alimentação do iniciado, enquanto o mesmo se encontrar recolhido.
  18. Iyatojuomó: Responsável pelas crianças do Axé.
  19. Pejigan: O responsável pelos axés da casa, do terreiro. Primeiro Ogan na hirarquia.
  20. Axogun: Responsável pelos sacrifícios. Trabalha em conjunto com Iyalorixá / Babalorixá, iniciados e Ogans. Não pode errar. (não entram em transe).
  21. Alagbê: Responsável pelos toques rituais, alimentação, conservação e preservação dos instrumentos musicais sagrados. (não entram em transe). Nos ciclos de festas é obrigado a se levantar de madrugada para que faça a alvorada. Se uma autoridade de outro Axé chegar ao terreiro, o Alagbê tem de lhe prestar as devidas homenagens. No Candomblé Ketu, os atabaques são chamados de Ilú. Há também outros Ogans como Gaipé, Runsó, Gaitó, Arrow, Arrontodé, etc.
  22. Ogâ ou Ogan: Tocadores de atabaques (não entram em transe).
  23. Ebômi: Ou Egbomi são pessoas que já cumpriram o período de sete anos da iniciação (significado: meu irmão mais velho).
  24. Ajoiê ou ekedi: Camareira do Orixá (não entram em transe). Na Casa Branca do Engenho Velho, as ajoiés são chamadas de ekedis. No Terreiro do Gantois, de "Iyárobá" e na Angola, é chamada de "makota de angúzo", "ekedi" é nome de origem Jeje, que se popularizou e é conhecido em todas as casas de Candomblé do Brasil. (em edição)
  25. Iaô: filho-de-santo (que já foi iniciado entra em transe com o Orixás).
  26. Abiã ou abian: Novato. É considerada abiã toda pessoa que entra para a religião após ter passado pelo ritual de lavagem de contas e o bori. Poderá ser iniciada ou não, vai depender do Orixá pedir a iniciação.
EQUIVALÊNCIA  ENTRE  AS DIVINDADES
Ketu                                            angola                                        jéjé
ÓRISÀ                                        NKISE                                                  VODUN
Òsalá                                              lundumgo                                              lisa
Òsalúfón                                        gangarumbanda                                     -
Òságuiyán                                      lembá                                                    -
Ésú                                                 bombonjiro                                         legbá
Ógún                                              nkose mukumbe                                  gu
Ósòósí                                           mutalambo,gogobiro                          gagatolu
Osányín                                          katende,minipazo                               age
Sángó                                              nzazi,luango                                     sogbo
Omolu                                             nsumbu,kafunge                               azoani

Yánsàn                                              bamburucema                                     vodunjo
Yemoja                                             kaiala,kukuetu                                    sodoledbe
Òsun                                                 dandalunda,kisimbi                             aziritoosi
Nàná                                                  zumbá                                                 mawu
Obá                                                    karamoxe                                            hasu
Ewá                                                    kuiganga                                            saho
Lógun ède                                        tekompenso                                         mavi
Ibéji                                                     vunji                                                hohovi
Íroko                                                           -
-                                                            Tempo               



KIZILAS
‘’O ewó é proibição não só no que diz reispeio ao comportamento,como a alimentação é o  modo de agir...alguém que não possa comer determinada comida,ás vezes come,com delícia,’e tudo bem’,a digestão é ótima.nãooaconteceu nada. E o filho passa a achar que o éwo é suspestição,produto de fobia de mais  velhos ignorantes....as consequências espirituais são terríveis,inrreversives,na maioria dos casos. A vida do  olorisá começa a ficar complicada’’
                                                                                            Íyarorisá stella de osoosí             





Kizilas universais-são aquelas restritas a todos os integrantes:comer caranguejo,peixe-de- pele e etc.
Kizilas de asé-as kizilas do orixá  que é cultuado.
Kizilas de irmão-de –esteira-é uma forma de presta solidariedade e respeito entre os irmãos recolhidos numa iniciação.A kizila de um será a de todos.
Kizilas de comportamento-ao receber alguma coisa deve-se faze-lo com as duas mãos; não descobrir a ccbeçaquando for tomar abenção,não sair do terreiro quando o relogio estiver marcando 12,18,24 horas.
Kizilas de iyawo-há uma seri de regras e condutas para a pessoa recém-iniciada,assim estabelecida.
..●Não tomar banho de mar
  ●não ir em cemitério e nem acompanhar cortejo
  ● Não atravessar uma encruzilhada
  ●Não dormir com os pés para rua
  ●não receber calor quente na cabeça
 ● Não beber e  nem comer comida quente
Kizilas do orixá-aquilo que as divindade não apresiam,impondo interdições ás pessoas que lhes foram consagradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO MANDACARU BRASIL RESISTENCIA NORDESTINA