CONTRIBUA COM NOSSAS AÇÕES... ENTIDADE PARCEIRA REDE MANDACARU BRASIL

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Colóquios movimentam a Conae nesta sexta-feira

 Colóquios movimentam a Conae nesta sexta-feira

CONAE 2014

O dia de trabalho na II Conferência Nacional de Educação (Conae 2014) foi intenso. Durante a manhã e tarde, os delegados e delegadas se reuniram nas salas de Colóquios para debater democraticamente os sete eixos norteadores da Conferência. O evento reúne, até domingo (23), 3, 6 mil pessoas, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília e tem como tema central "O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração".
21ColoquiosCreditosWaldemirRicardo
Colóquios movimentam a Conae nesta sexta-feira
Programação
Neste sábado, começam as deliberação da Conae 2014, com as Plenárias de Eixo, com os debates dos sete temas norteadores do Documento-Base. Elas início às 08h30. Já no período vespertino e noturno, a Conferência recebe 28 mesas de interesse com temas diversos.

A Conferência Nacional de Educação (CONAE) é um espaço democrático aberto pelo Poder Público e articulado com a sociedade para que todos possam participar do desenvolvimento da Educação Nacional.
A segunda edição da CONAE será realizada de 19 a 23 de novembro de 2014, em Brasília, e terá como tema central, conforme prevê o Documento-Referência, O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração.
Convocada pela Portaria n.º 1.410, de 03 de dezembro de 2012, a CONAE/2014 possui caráter deliberativo e apresentará um conjunto de propostas que subsidiará a implementação do Plano Nacional de Educação (PNE), indicando responsabilidades, corresponsabilidades, atribuições concorrentes, complementares e colaborativas entre os entes federados e os sistemas de ensino.
As conferências nacionais de educação são coordenadas pelo Fórum Nacional de Educação (FNE), conforme estabelece a Portaria MEC n° 1407, de 14 de dezembro de 2010.
A CONAE/2014 é precedida por etapas preparatórias, compreendidas em conferências livres e conferências ordinárias municipais e/ou intermunicipais, estaduais e do Distrito Federal, sendo todas estas atividades realizadas até o final de 2013. O objetivo é garantir a participação da sociedade nas discussões pertinentes à melhoria da educação nacional. Nesses eventos, portanto, os espaços de discussão são abertos à colaboração de todos — profissionais da educação, gestores educacionais, estudantes, pais, entidades sindicais, científicas, movimentos sociais e conselhos de educação, entre outros.
Assim, por meio da CONAE de 2014, o Fórum Nacional de Educação (FNE) e o MEC buscam garantir espaço democrático de construção da qualidade social da Educação Pública.
Acesse aqui o conteúdo da Portaria nº 1.410, de 03 de dezembro de 2012, que dispõe sobre o lançamento da CONAE/2014.
Acesse aqui o Documento-Referência da CONAE/2014.
Acesse aqui a Portaria MEC n° 1407, de 14 de dezembro de 2010, que Institui o Fórum Nacional de Educação.
Conheça também o conteúdo da Portaria nº. 502, de 09 de maio de 2012, que altera a Portaria n.º 1407, de 14 de dezembro de 2010, para ampliar composição do Fórum Nacional de Educação.


A etapa nacional Conae 2014 é precedida por etapas preparatórias, compreendidas em conferências livres e conferências ordinárias municipais e/ou intermunicipais, estaduais e do Distrito Federal. O objetivo é garantir a participação da sociedade nas discussões pertinentes à melhoria da educação nacional.

Municipais/Intermunicipais e Estaduais

Os debates obrigatórios que precedem o encontro nacional já ocorreram. O encerramento destas etapas foi no Pará, em 30 de novembro de 2013, durante o encontro estadual. No total[1], foram realizadas 2.824 Conferências Municipais/Intermunicipais - que reuniram 776.142 pessoas. Também foram concretizadas 26 Conferências Estaduais, e uma no Distrito Federal, que juntas agruparam 23.085 delegados.

Nesses eventos, portanto, os espaços de discussão foram abertos à colaboração de todos — profissionais da educação, gestores educacionais, estudantes, pais, entidades sindicais, científicas, movimentos sociais e conselhos de educação, entre outros. Assim, por meio da Conae de 2014, o FNE e o Ministério da Educação buscam garantir espaço democrático de construção da qualidade social da Educação Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO MANDACARU BRASIL RESISTENCIA NORDESTINA